artistas, informações, Pioneiros da Feira

Edgar Munchen sofre AVC e está em estado crítico

Hoje, 30/08/2015, na feira do largo soubemos que o Artesão de Marchetaria, o Sr. Edgar Munchen está na UTI devido a um AVC que teria sofrido há alguns dias. Ainda não temos maiores informações mas assim que as tivermos estaremos divulgando por aqui. Na foto abaixo, ele agradecia em nome de seus colegas artesãos, a homenagem que a Câmara Municipal fez aos `Pioneiros da Feira do Largo no ano de  2009. Sessao_reune_06 edgar

E este é o o Cartão dele:

cartão edgar

Anúncios
informações

Como expor na feira do Largo da Ordem

Curitiba - Feira do Largo da Ordem - Pinturas ...
Curitiba - Feira do Largo da Ordem - Pinturas a óleo (Photo credit: Wikipedia)

Um dos critérios é ter um produto atrativo e diferente

Feirinha do Largo da Ordem é um dos principais pontos turísticos de Curitiba. Turistas, moradores da cidade e principalmente curitibanos que se prezem já deram uma passadinha pelo São Francisco, pela menos uma vez, aos domingos pela manhã!

E diante de tantas barraquinhas, você já parou pra pensar como aquelas pessoas conseguiram aquele espaço lá? “A feira é bastante concorrida. E todo mundo quer entrar no Largo”, conta Marily Pires Lessnau, responsável pelas feiras de artesanato de Curitiba.

» Feira do Largo da Ordem: um espaço multicultural

No momento não há vagas, mas quem quiser entrar na fila, alguns critérios precisam ser obedecidos. O primeiro é o preenchimento de um protocolo, onde o interessado faz uma carta apresentando o interesse em participar da Feirinha, além de algumas fotos dos produtos que serão comercializados. Outro ponto importante é apresentar um produto diferenciado. “Tem gente que apresenta panos de prato, bijuterias, mas isso nós já temos bastante, então restringimos um pouco. A gente dá preferência a produtos diferenciados”, explica Marily. Por último, a preferência para quem já tem feira nos bairros. “Em Curitiba temos 25 feiras, e o sonho de todo mundo que está nos bairros é ir para o Largo”, acrescenta.

A taxa anual que os participantes devem pagar é de R$ 104. Para as feiras de bairro, a taxa é de R$ 30. Há, ainda, algumas penalidades para quem apresentar muitas faltas. “Temos o decreto 112 de 2011, onde existem algumas punições. Por exemplo, se o feirante faltar dois domingos seguidos sem nos dar satisfação, isso pode caracterizar o cancelamento do ponto”, finaliza Marily.

Feirinha do Largo é administrada pelo Instituto Municipal de Turismo. Para mais informações, o telefone é: 3250-7741.

Fonte : http://emprego-e-educacao.hagah.com.br/especial/pr/empregos-pr/19,1303,3212030,Como-ter-uma-barraquinha-na-Feirinha-do-Largo-da-Ordem.html